Entre com seu login

Não é cliente?

Cadastre-se

Lucro líquido da CPFL Energia cresce 6,2% no terceiro trimestre

Geração eólica e recuperação do consumo de energia contribuíram também para que o lucro líquido alcançasse R$ 1,4 bilhão no período

Campinas, 11 de novembro de 2021. A CPFL Energia teve lucro líquido de R$ 1,436 bilhão no terceiro trimestre de 2021, aumento de 6,2% em relação a um ano atrás. O melhor desempenho deveu-se à expansão da geração de energia eólica e também à evolução do consumo de energia do comércio e indústria nas regiões atendidas pela companhia.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$2,596 bilhões, 32,8% acima do registrado no terceiro trimestre do ano passado.

Impulsionados pelo crescimento do consumo de comércio (8,2%) e indústria (9,1%), as vendas de energia na área de concessão aumentaram 3,5% no período. Já as vendas para os consumidores residenciais caíram 0,4%, em função da temperatura muito elevada de 2020 e do relaxamento das medidas de distanciamento social no período recente.

“A notícia positiva do trimestre foi a retomada do consumo do comércio a níveis próximos aos verificados antes da pandemia. A indústria também foi destaque, pois segue com um  desempenho consistente, apresentando crescimento por dois trimestres consecutivos. Este é um sinalizador importante de reaquecimento econômico, que deve ter impactos positivos no consumo e inadimplência nos próximos resultados do grupo”, diz Gustavo Estrella, presidente da CPFL Energia.

No segmento de geração de energia, o desempenho da CPFL foi beneficiado pelo crescimento de 5,9% da geração eólica, que mais do que compensou os efeitos negativos da menor geração das PCHs e usinas hidrelétricas, afetada pela escassez hídrica.  A maior geração eólica foi decorrente não só de fatores climáticos, mas também pela entrada em operação do parque eólico de Gameleira.

Investimentos. No terceiro trimestre de 2021, a CPFL Energia investiu R$ 932 milhões, 21% a mais que no mesmo período de 2020. A maior parte deste valor, R$ 821 milhões, foi direcionada à distribuição, em obras de expansão, melhorias e modernização do sistema elétrico. As áreas de geração e transmissão receberam R$ 71 milhões e R$ 16 milhões, respectivamente, que foram investidos em expansão e manutenção. Já a área de Comercialização e Serviços recebeu R$ 24 milhões para investir em TI, veículos, equipamentos e ferramentas.

O plano de investimento da CPFL Energia soma R$ 15,22 bilhões até 2025. Em 2021, a empresa prevê investir R$ 3,4 bilhões, dos quais R$ 2,5 bilhões serão destinados à área de distribuição.

Sustentabilidade. O Complexo Eólico Gameleira, no Rio Grande do Norte, que entrou em funcionamento total no terceiro trimestre, levou para as comunidades vizinhas várias ações socioambientais, pensando no desenvolvimento social dos moradores do entorno e levando em consideração a riqueza e diversidade da região, com foco na agricultura familiar e treinamentos para este público, como de culinária e costura. O empoderamento feminino e atividades culturais com as crianças também foram objetos de projetos desenvolvidos no local e a proteção ao Meio Ambiente e da biodiversidade foi outra preocupação da Companhia, que resgatou e realocou espécies da flora e da fauna.

As distribuidoras CPFL Santa Cruz e CPFL Piratininga também tiveram destaque nesta área recebendo o prêmio Abradee de responsabilidade socioambiental.

No terceiro trimestre de 2021, a CPFL Energia passou a fazer parte do índice de dividendos (IDIV) da B3. O indicador reúne as empresas que se destacaram em remuneração aos investidores. A companhia também implementou o Comitê de Auditoria conforme as novas exigências do regulamento do Novo Mercado da B3, que passam a valer em 2022.​